O bem-estar e a qualidade de vida dos nossos amiguinhos de estimação é cada vez mais uma preocupação dos donos.

A desparasitação é uma das principais preocupações a ter com eles, de forma a cuidarmos da sua saúde.

Protegê-los das pulgas, vermes e carraças é algo que devemos fazer desde sempre e com regularidade.

Ao desparasitar os nossos amiguinhos estamos não só a cuidar da sua qualidade de vida como também melhoramos a sua resistência a futuros problemas de saúde.

Desta forma não estamos apenas a cuidar da sua saúde mas também da saúde de todos os membros da família.

Tipos de Parasitas

Existem dois tipos de parasitas: os internos e os externos.

Logo, é necessário proteger os nossos amiguinhos interna e externamente.

PARASITAS INTERNOS

Os parasitas internos, que vão desde larvas a vermes, podem estar no organismo dos animais, como no coração, intestino ou estômago.

Este tipo de parasita é bastante prejudicial à sua saúde, podendo mesmo levar à sua morte dos nossos amiguinhos.

O mais indicado é falarmos com o nosso veterinário de forma a protegê-los de forma regular.

PARASITAS EXTERNOS

Os parasitas externos são os mais conhecidos na sua generalidade, também por serem mais visíveis aos donos.

Falamos das carraças e pulgas, os mais comuns. Devemos ter em conta que, mesmo que os animais não saiam regularmente de casa, devemos desparasitá-los de forma regular.

Estes parasitas podem entrar em nossa casa através dos nossos sapatos, por exemplo.

Periodicidade da Desparasitação

Quando devemos desparasitar os nossos animais?

Devemos ter sempre em atenção a sua idade e circuntâncias, de forma a proteger os nossos amiguinhos corretamente.

A desparasitação externa depende sempre do tipo de desparasitante escolhido. Qualquer que seja a escolha, devemos ter o nosso animal sempre protegido.

Para a desparasitação interna, estes são os periodos mais importantes a ter em consideração:

RECÉM-NASCIDOS    

Quando temos uma ninhada em nossa casa, devemo-la desparasitar imediatamente, repetindo a desparasitação passadas duas semanas.

BEBÉS – CACHORROS ou GATINHOS

Até aos 6 meses, a desparasitação internas dos novos bebés deve ser com mais frequência.

Devemos desparasitar de duas em duas semanas até aos três meses, passando a desparasitar mensalmente até aos seis.

ADULTO 

Chegando à idade vida adulta, o indicado é que o nosso animal seja desparasitado de três em três meses.

LACTANTES

Quando desparasitamos uma ninhada é essencial que a mãe seja desparasitada na mesma altura.

VERÃO

A chegada do tempo quente também é sinal de mais exposição aos parasitas.

Nesta altura do ano, devemos reforçar o tratamento antiparasitário, por precaução.

Tipo de Desparasitantes

Atualmente existem vários tipos de tratamentos possíveis: pipetas, coleiras, comprimidos, spays, champôs, …

O desparasitante mais adequado para o seu animal depende sempre de alguns fatores, onde devemos ter em conta a idade, o peso, estilo de vida (se é mais caseiro ou mais aventureiro), em que estação do ano estamos ou mesmo o meio que rodeia a nossa casa.

Falar com médico-veterinário é o melhor que temos a fazer para ter um aconselhamento sobre o melhor tratamento para o nosso amiguinho.

Ficam algumas dicas sobre os tipos de desparasitantes mais procurados:

COMPRIMIDOS

Método mais utilizado para a desparasitação interna.

Convém ter sempre aconselhamento veterinário.

PIPETAS

Estes produtos spot-on são aplicados diretamente na pele do animal.

São bastante eficazes, sendo absorvidos de imediato, atuando em todo o corpo.

A durabilidade da proteção não é muito longa, tendo que ser repetida mensalmente, por norma.

Devemos aplicar sempre na pele e não no pelo, de forma a atuar eficazmente.

Para garantir a máxima proteção, é importante que o nosso animal não tome banho nos dois dias antes de depois da aplicação da pipeta.

Existem várias marcas, cada uma com diferentes princípios ativos, o que significa que protegem de diferente parasitas.

COLEIRAS

Apesar de não serem tão eficazes, têm uma maior durabilidade relativamente às pipetas.

Costumam atuar cerca de quatro meses. Ao longo do tempo, libertam lentamente as substâncias ativas que protegem os nosso amigos.

Se o nosso amiguinho tem tendência a morder ou lamber a coleira, ou mesmo se verificarmos que a coleira lhe causa comichão ou vermelhidão, provavelmente devemos pensar numa alternativa a este método, de forma a que ele esteja protegido mas também confortável.

SPRAYS

É uma boa solução para quando os nossos amiguinhos já estão infestados com parasitas.

Por sua vez, tem uma absorção mais lenta.

As Nossas Sugestões

PARA CÃO: ADVANTIX 4 PIPETAS

Até 4 semanas de proteção

Impele carraças, mosquitos, flebótomos e moscas picadoras.

Mata pulgas, carraças e piolhos no pelo ou pele do cão

PARA CÃO: EFFITIX SPOT ON 4 PIPETAS

Até 4 semanas de proteção

Elimina as pulgas existentes 24h após a aplicação e as carraças em 48h

Produz atividade repelente contra flebótomos e mosquitos

PARA GATO: ADVANTAGE

Até 4 semanas de proteção

Elimina 100% das pulgas em 12h e previne novas infestações

Resistente à água e não é tóxico para o gato nem para humanos

PARA GATO: FRONTLINE COMBO

Oferece uma proteção contra pulgas adultas, ovos e larvas de pulgas, pilhos e carraças

Atua em menos de 24h, garantindo proteção contínua

SERESTO COLEIRA GATO

Até 8 meses de proteção

Eliminas as pulgas e carraças

Repele as carraças

SCALIBOR COLEIRA CÃO

Até 6 meses de proteção

Proteção contra as carraças

Protege dos flebótomos – Leishmaniose

Resistente à água

Não liberta odores

SERESTO COLEIRA CÃO

Até 8 meses de proteção

Eliminas as pulgas e carraças

Repele as carraças

ELIMINALL SPRAY

Deve ser utilizado 1 vez por mês, todo o ano

Ação imediata contra pulgas e carraças.

Pode ser utilizado bebés, cães e gatos

FRONTLINE SPRAY

Pode ser usado em cães e gatos a partir dos 2 dias

Resistente a banhos e champôs, ideal para o verão

Mata rapidamente pulgas, piolhos e carraças

#NewPetClub       #EverythingForYourBestfriend

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *